Mãe de Água Velha

Abóboda sobre a nascente "Mãe de Água Velha"

O Aqueduto das Águas Livres é um complexo sistema de captação, adução e distribuição de água à cidade de Lisboa e que tem como obra mais emblemática a grandiosa arcaria em cantaria que se ergue sobre o vale de Alcântara, um dos bilhetes postais de Lisboa.

O Aqueduto foi construído durante o reinado de D. João V, com origem na nascente das águas livres, em Belas, e foi sendo progressivamente reforçado e ampliado ao longo do século XIX. Resistiu incólume ao Terramoto de 1755

O aqueduto tinha início na Mãe de água Velha
, que recolhia a água da nascente da Água Livre, em Belas, e terminava na Mãe de água das Amoreiras após um percurso de 14.174 metros.

O aqueduto manteve-se em funcionamento até 1968
, tendo sido definitivamente desactivado pela EPAL em 1974. Actualmente é possível fazer um passeio guiado pela arcaria do vale de Alcântara. Também é possível, ocasionalmente, visitar o reservatório da Mãe D`água das Amoreiras, o Reservatório da Patriacal e troços do aqueduto geral na região de Belas e Caneças.

Wikipédia

4 comentários:

Jorge Monteiro disse...

Olá Miguel
Gostei da perspectiva e das tonalidades desta foto.
É um belo trabalho.
Abraço.

August disse...

Miguel Olá!
Pois bem, tal como no anterior foto eu adoro a luz que é criada por aí.
Saudações!

meshorizons disse...

Ola Miguel !

voilà un rendu abstrait et lumineux que j'aime beaucoup !

Gwen disse...

Bom Dia,

Ce blog contient vraiment de magnifiques photos de tout genre...
Celles-ci de l'Aqueduc sont superbes, on dirait une peinture sur toile...

Bonne continuation