Hitchcock"iano"

Um horizonte, - a saudade
do que não há de voltar.
Outro horizonte, - a esperança
dos tempos que hão de chegar
Machado de Assis

16 comentários:

JR disse...

Excelente aproveitamento da sombra. Ficou, de facto, com um ambiente dramático.
Parabéns
JR

Sérgio Aires disse...

Assombroso!

JMV disse...

Permito-me discordar do título...Hitchcock numa palafita?Então Buñuel....!

Sem este "problema" fica a fotografia. É lindíssima na forma como se prolonga nessa espécie de baía construída pela maré vazia.

ruimnm disse...

Fantástica imagem. Com um auto-retrato "ensombrado".

Adrian LaRoque disse...

Ficou excelente pela luz e pela sombras.

[ rod ] disse...

Pólos que se abraçam a cada velho e bom desejo.

Vim de longe meu caro te conhecer e te convidar.





Reuni 12 amigos e pedi a cada um uma palavra de inspiração. Disto surgiram 12 textos.

A saga dos 12 textos já começou...

Venha conferir no dogMas, diariamente, de 01 a 12 de julho em comemoração ao meu aniversário.


dogMas...
dos atos, fatos e mitos...

http://do-gmas.blogspot.com/

José Neves disse...

Uma galeria que continua sempre no topo fruto da excelente qualidade fotográfica apresentada, esta composição é o exemplo bem vivo no partilhar e viver das emoções.

Grande abraço.

Andres Vargas disse...

Es una auto retrato buenisimo!!

Ñoco Le Bolo disse...

… con la mirada atenta …

Esa sombra es la firma de un gran foto.

... saludos

CR & LMA
____________________________

tossan disse...

Miguel, tu e Machado são artistas!
E eu bato palmas! Abraço

LILIANA G. disse...

MUY BONITO PAISAJE, EL BLANCO Y NEGRO LE DA UN TOQUE MUY ESPECIAL!!!
UN BESO DESDE ARGENTINA

alex. disse...

regra dos terços... diagonais... aproveitamento das sombras... uma paisagem linda... ;)

Ana Lúcia disse...

Adoro a solidão do barco, de todo o clima. A imagem é magnífica.

Eu só queria dizer que não aprecio a inclusão da sombra do fotógrafo na fotografia, simplesmente não gosto. Jogo melhor com o reflexo. É uma opinião pessoal.

o Nosso cAstelo disse...

curioso: 2 barcos ancorados sem água, sem maré que os banhe...àss vezes somos/estamos assim...parece que fora do nosso elemento mas tudo interage e acaba por se harmonizar...+uma bela foto.

Remus disse...

A sua presença, transformou por completo a fotografia.
Excelente momento e muito bem captado.
Parabéns.

L.Reis disse...

Composição quase "científica"...o jogo de sombras do primeiro plano está fantástico!!